14/08/2018 15h50 - Atualizado em 14/08/2018 15h50

Educadores(as) da Rede Municipal deliberam greve por tempo indeterminado a partir de sexta-feira (17)

Por: Assessoria
 
 
Categoria não teve reivindicações atendidas e inicia paralisação com ato no centro administrativo municipal
foto: SIMTED Dourados Categoria não teve reivindicações atendidas e inicia paralisação com ato no centro administrativo municipal
foto: SIMTED Dourados

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (14), no SIMTED, trabalhadores(as) em educação da Rede Municipal de Ensino de Dourados (MS) aprovaram greve por tempo indeterminado, a partir da próxima sexta-feira (17).

Após tentativas de negociação com o governo municipal, magistério e administrativo não tiveram as reivindicações da categoria atendidas.

Os(As) educadores(as) cobram da prefeitura de Dourados o cumprimento do Piso Municipal dos anos de 2017 e 2018, com reposições de 7,64% e 6,81% respectivamente. A categoria deliberou que os(as) administrativos(as) da educação também sejam contemplados com os mesmos percentuais do magistério.

Todo o funcionalismo municipal teve reajuste de 2,68% no mês de junho. Para atingir o índice da reposição do Piso Municipal de 2018, seria necessária uma reposição de 4,13%. No dia 18 de junho, os secretários municipais de Educação e Governo encaminharam ofício ao SIMTED informando que o valor seria pago ao magistério na folha de julho, compromisso que não foi cumprido até o momento.

Mesmo com a proposta do governo municipal, a categoria manteve uma contraproposta de reposição de 4,13% também para o administrativo e que a prefeitura oficializasse uma previsão para cumprimento do Piso de 2017. A categoria não teve a contraproposta atendida e não houveram avanços nas negociações com o governo.

Já haviam sido realizadas paralisações de um dia na Rede Municipal, oportunidade em que os(as) educadores(as) realizaram manifestações na Praça Antônio João e no CAM (Centro Administrativo Municipal), mostrando insatisfação com a gestão da educação no município e saindo às ruas em diálogo com a população.

Após levantamentos realizados no orçamento municipal da educação, foi possível identificar aumento de receitas e saldos positivos nos recursos disponíveis para aplicação no ensino público, o que possibilita a valorização dos(as) profissionais do magistério e administrativos(as) da educação.

Na próxima sexta-feira, 17 de agosto, os trabalhadores(as) se reúnem no CAM para dar início a paralisação na REME, em busca de soluções para os problemas enfrentados pela educação em Dourados. Além da negociação salarial, há demandas relacionadas ao concurso público, as reposições do ano letivo e a outros problemas administrativos no ensino municipal.

Canais

Notícias
Artigos
Serviços
Fotos

Expediente

Missão
História
Palavra do Presidente
Estatuto
Filie-se

Siga-Nos

Facebook
Twitter

Rua Maria da Glória, 670
Vila Industrial - Dourados - MS

Tel. (67) 3421-3749