15/05/2017 15h45 - Atualizado em 15/05/2017 15h45

Nota do SIMTED sobre os ataques do deputado federal Elizeu Dionizio contra sindicatos

Por: Assessoria
 

O SIMTED Dourados vem a público contestar o deputado federal Elizeu Dionizio (PSDB-MS), que fez acusações contra sindicatos de Dourados, na manhã desta segunda-feira (15), após audiência pública na Câmara Municipal de Dourados (MS).

Ao término do evento, representes do Comitê Regional de Defesa Popular procuraram o parlamentar nos corredores da Câmara para conversar sobre as reformas Trabalhista e da Previdência, que tramitam no Congresso Nacional.

Elizeu Dionizio tem se colocado a favor dos projetos do governo ilegítimo de Michel Temer e seus aliados, que retiram direitos dos trabalhadores/as brasileiros, principalmente os mais pobres. Durante a conversa, o deputado chamou os sindicatos de "pelegos" e que estariam contra a Reforma Trabalhista por conta do fim da Contribuição Sindical.

O SIMTED esclarece que sempre defendeu a desobrigação da contribuição sindical. As direções do SIMTED sempre definiram o uso da contribuição sindical junto com sua categoria. Em alguns casos, a categoria optou pela devolução. Vários sindicatos atuantes, que respeitam suas bases, tem a mesma posição e também adotam essa prática.

Portanto, as acusações do deputado tucano são despropositadas e não cabe ao SIMTED. Sindicatos "pelegos" são aqueles que fecham os olhos para as reformas contra os/as trabalhadores/as, não se posicionando contra esses graves ataques do governo contra a população. Sindicatos esses que nunca lutaram em defesa dos interesses de suas categorias que, em vários casos, nem sequer sabem de suas existências. Alguns desses sindicatos sobrevivem, basicamente, dessa contribuição sindical.

O deputado disse que votará contra o texto da Reforma da Previdência. Porém, ele defende essas reformas e não se opõe à votações de projetos neoliberais que atacam direitos sociais e trabalhistas por um governo ilegítimo e golpista

Esse governo coloca em prática um projeto temerário de poder, que retira direitos dos trabalhadores/as, em oposição ao projeto eleito pela população nas urnas.

Canais

Notícias
Artigos
Serviços
Fotos

Expediente

Missão
História
Palavra do Presidente
Estatuto
Filie-se

Siga-Nos

Facebook
Twitter

Rua Maria da Glória, 670
Vila Industrial - Dourados - MS

Tel. (67) 3421-3749