07/07/2017 21h23 - Atualizado em 07/07/2017 21h23

Reunião entre SIMTED e SED discute a Reforma do Ensino Médio na Rede Estadual

Preocupações do sindicato com possíveis prejuízos aos trabalhadores e ao Ensino Público foram confimadas durante a reunião com o governo

Por: Assessoria
 
 
Sindicalistas conversaram com representantes da Secretaria de Estado de Educação sobre os efeitos da reforma no MS
foto: SIMTED Sindicalistas conversaram com representantes da Secretaria de Estado de Educação sobre os efeitos da reforma no MS
foto: SIMTED

O SIMTED, representado pela presidenta Gleice Barbosa e o Secretário José Carlos Brumatti, esteve reunido na tarde desta sexta-feira (07) com representantes da Secretaria Estadual de Educação para tratar da Reforma do Ensino Médio.

A reunião, solicitada pelo sindicato à Coordenadoria Regional de Dourados, teve a presença do coordenador Nei Elias Coineth de Oliveira, do superintendente de Administração das Regionais, Juari Lopes Pinto e o presidente do Comitê Estadual para a Discussão da Base Nacional Comum Curricular-BNCC, Hélio Queiroz Daher.

Os sindicalistas estão preocupados com a implantação da Reforma do Ensino Médio, que pode trazer prejuízos aos profissionais da Educação e provocar sucateamento no Ensino público. Os representantes da SED foram indagados sobre o andamento dos debates e implicações dessa reforma na Rede Estadual de Ensino.

Segundo a SED, nem mesmo o Governo Estadual sabe como será a implementação da reforma, por conta das questões econômicas que envolvem as medidas. De acordo com Daher, a BNCC só deve ser finalizada no ano de 2019, o que indica que a reforma não será imediata.

As angústias da categoria foram confirmadas durante a reunião. Para o próprio governo, a reforma no ensino está ligada às outras reformas que estão sendo colocadas pelo Governo Federal. As mudanças podem causar evasão escolar no Ensino Médio e diminuição do número de vagas para professores efetivos da Rede Estadual.

A reforma ainda se apresenta de forma confusa da forma como está na lei. "Traz bastante preocupação, para nós do sindicato. E, na conversa hoje com o governo, ficou claro que as preocupações que a gente tem poderão ser efetivadas no próximo período" afirmou Gleice Barbosa.

Canais

Notícias
Artigos
Serviços
Fotos

Expediente

Missão
História
Palavra do Presidente
Estatuto
Filie-se

Siga-Nos

Facebook
Twitter

Rua Maria da Glória, 670
Vila Industrial - Dourados - MS

Tel. (67) 3421-3749