15/04/2019 15h14 - Atualizado em 15/04/2019 15h14

SIMTED realiza a campanha "Diga Não à Reforma da Previdência!" nas escolas e Ceims de Dourados

O sindicato fez a entrega do banner alusivo a campanha para direções de dezenas de unidades de ensino do município que aderiram ao movimento contra o projeto, que retira direitos e dificulta o acesso à aposentadoria

Por: Assessoria
 
 
Escola Municipal Coronel Firmino Vieira De Matos, na Vila Macaúba (fotos: SIMTED) Escola Municipal Coronel Firmino Vieira De Matos, na Vila Macaúba (fotos: SIMTED)

O SIMTED está realizando a campanha "Diga Não à Reforma da Previdência! Previdência não é Privilégio, é Direito!".

Dezenas de unidades de ensino de Dourados (MS) aderiram ao movimento em defesa de uma aposentadoria justa para todos(as).

 
Centro de Educação Infantil Municipal Recanto Raízes, Jardim Água Boa Centro de Educação Infantil Municipal Recanto Raízes, Jardim Água Boa

Na última semana, o SIMTED entregou o banner alusivo a campanha para direções de escolas municipais, estaduais e Centros de Educação Infantil.

A mensagem foi afixada nas escolas e Ceims para conscientização e mobilização contra o projeto do governo federal que pode retirar vários direitos da população e dificultar o acesso à aposentadoria.

 
Escola Municipal Padre Anchieta, que fica na Vila Formosa Escola Municipal Padre Anchieta, que fica na Vila Formosa

Veja alguns pontos da reforma e a retirada de direitos:

1. Aumenta a idade das mulheres para 62 anos e dos homens para 65 anos;

2. Aumenta o tempo de contribuição de 20 para 40 anos, no mínimo, para aposentadoria integral;

3. Reduz o valor de todas as aposentadorias (por idade, por invalidez);

4. Aumenta a contribuição para previdência para ativos e aposentados de 7,5 para até 22%;

5. Reduz o Benefício de Prestação Continuada (LOAS) para os idosos e deficientes para R$ 400,00 de 60 aos 70 anos, e, somente após os 70 anos, o valor passa para 1 salário mínimo;

 
Escola Municipal Dom Aquino Correa, localizada no Distrito de Panambi

6. Reduz as pensões por morte para 50% do teto do INSS, com mais de 10% por dependente (até no máximo 100%);

7. Aumenta a idade para aposentadoria rural para 60 anos para homens e mulheres, com 20 anos de contribuição obrigatório, de no mínimo, R$ 600,00/ano;

8. Acaba com as aposentadorias especiais dos(as) professores(as), eletricitários, trabalhadores(as) em frigoríficos, dos vigilantes e de outras categorias que tem trabalho "insalubre";

9. Acaba com o regime solidário de contribuição (onde todos contribuem para a aposentadoria, benefícios e pensões de todos) e cria o regime de capitalização (que é uma poupança, que ao se aposentar você vai recebendo daquela poupança);

10. Não mexe nas aposentadorias dos militares. Não cobra os grandes devedores da Previdência. Não acaba com as isenções fiscais que beneficiam empresários.

 

Canais

Notícias
Artigos
Serviços
Fotos

Expediente

Missão
História
Palavra do Presidente
Estatuto
Filie-se

Siga-Nos

Facebook
Twitter

Rua Maria da Glória, 670
Vila Industrial - Dourados - MS

Tel. (67) 3421-3749